O CNaPPES.18 integra workshops, palestras e comunicações livres. Nesta edição poderão também ser apresentadas propostas de posters.

 

Quinta-feira, 12 de julho

09:30 – 10:30 | Receção dos participantes

10:30 – 12:30 | Workshops

Sensibilização para o uso de metodologias de coaching na orientação de dissertações de 2º e 3º Ciclo

Isabel Gonçalves (Instituto Superior Técnico)

Gestão de trabalhos de grupo

Sofia Sá (Universidade de Lisboa)

Adeus Powerpoint, olá Ludus!

Carina Rodrigues e Sandro Costa (Instituto Politécnico de Leiria)

Tutorias por Pares e Mentorias UMinho: um projeto para promover e potenciar os estudantes do ensino superior

Teresa Freire (Universidade do Minho)

Como ensinar turmas grandes

Manuel João Costa (Universidade do Minho)

Implementação de processos de aprendizagem baseada em projetos (PBL)

Rui M. Lima e Diana Mesquita (Universidade do Minho)

14:00 – 14:30 | Sessão de Abertura

14:30 – 16:00 | Palestra Plenária

Pedagogia universitária: E agora?

António Nóvoa, Universidade de Lisboa (a confirmar)

16:00 – 17:00 | Sessão de Posters/Pausa para café

17:00 – 18:00 | Sessões Paralelas I

18:00 – 19:00 | Sessões Paralelas II

19:15 | Verde de Honra

 

Sexta-feira, 13 de julho

09:00 – 10:30 | Palestra Plenária

The undergraduate experience: What matters most for student success?

Peter Felten, Elon University, USA

10:30 – 11:00 | Pausa para café

11:00 – 12:00 | Sessões Paralelas III

12:00 – 13:00 | Sessões Paralelas IV

13:00 – 14:30 | Pausa para almoço

14:30 – 15:30 | Sessões Paralelas V

15:30 – 17:00 | Mesa Redonda

Inovação e Desenvolvimento do Ensino e da Aprendizagem: Estratégias Institucionais

Fernando Remião, Universidade do Porto

Isabel Alves, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

Linda Veiga, Universidade do Minho

Patrícia Rosado Pinto, Universidade Nova de Lisboa

Susana Gonçalves, Instituto Politécnico de Coimbra

Isabel Gonçalves, Universidade de Lisboa

Rita Cadima, Instituto Politécnico de Leiria

17:00 | Encerramento

 

 

|| Palestras Plenárias

 

Pedagogia universitária: E agora?

António Nóvoa, Universidade de Lisboa

As universidades têm um conjunto alargado de missões, nomeadamente no conhecimento, na ciência e na ligação com a sociedade. Mas, como explica a Reitora da Universidade de Harvard, o ensino está no coração daquilo que fazemos. Por isso, não podemos deixar de estranhar que, no meio de tantas mudanças que têm tido lugar no espaço universitário, o ensino continue marcado por práticas e modelos obsoletos. É preciso fazer uma reflexão de fundo sobre a pedagogia universitária, de forma a enriquecermos a qualidade das nossas relações no interior e no exterior do recinto académico a partir de novas dinâmicas culturais e científicas.

Nota biográfica. António Nóvoa é professor catedrático do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa. É reitor honorário da Universidade de Lisboa, instituição da qual foi reitor entre 2006 e 2013. É Doutor em Ciências da Educação pela Universidade de Genève e Doutor em História pela Universidade de Paris IV- Sorbonne. É Doutor Honoris Causa pela Universidade do Algarve, pela Universidade de Brasília e pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. É investigador na área da história da educação, da educação comparada e das políticas educativas. Em 2014, recebeu o Prémio Universidade de Coimbra.

 

The undergraduate experience: What matters most for student success?

Peter Felten, Elon University, USA

In our book The Undergraduate Experience (Jossey-Bass, 2016), my co-authors and I identify six core themes that matter most for student success: learning, relationships, expectations, alignment, improvement, and leadership. This interactive keynote will explore the research that demonstrates why these themes are important not only for students but also for instructors and for institutional culture. During the session, we will critically consider what each of us can do, no matter what our context and role, to cultivate a generative culture of learning and teaching.

Nota biográfica. Peter Felten is professor of history, assistant provost for teaching and learning, and executive director of the Center for Engaged Learning at Elon University (USA, North Carolina). He works with colleagues on institution-wide teaching and learning initiatives, and on the scholarship of teaching and learning. As a scholar, he is particularly interested in learning and teaching, individual and institutional change, and student experiences and agency in higher education. His books include the co-authored volumes: The Undergraduate Experience: Focusing Institutions on What Matters Most (Jossey-Bass, 2016); Transforming Students: Fulfilling the Promise of Higher Education (Johns Hopkins University Press, 2014); Engaging Students as Partners in Learning and Teaching (Jossey-Bass, 2014); Transformative Conversations (Jossey-Bass, 2013); and the co-edited book Intersectionality in Action (Stylus, 2016). He has served as president of the International Society for the Scholarship of Teaching and Learning (2016-17) and also of the POD Network (2010-2011), the U.S. professional society for educational developers. He is co-editor of the International Journal for Academic Development and a fellow of the John N. Gardner Institute for Excellence in Undergraduate Education.

 

|| Mesa Redonda

Inovação e Desenvolvimento do Ensino e da Aprendizagem: Estratégias Institucionais

As estruturas institucionais de apoio ao ensino, embora ainda escassas em Portugal, têm vindo a crescer e a partilha de experiências é uma forma de ir consolidando o seu lugar no panorama do ES. Este é também um dos propósitos desta Mesa Redonda, na qual se apresentam estratégias de apoio à docência em diferentes instituições, evidenciando linhas de ação, ganhos e desafios, no quadro de políticas (trans)nacionais e/ou institucionais relativas à qualidade do ensino.

 

Fernando Remião (Universidade do Porto). Pró-Reitor para a Inovação Pedagógica e Desporto. Diretor da Unidade para a Melhoria do Ensino e Aprendizagem.

Isabel Alves (Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro). Pró-Reitora para a Área da Qualidade. Gabinete de Formação da UTAD.

Linda Veiga (Universidade do Minho). Pró-Reitora para os Estudos Estudantis e Inovação Pedagógica. Coordenadora do Centro IDEA-UMinho

Patrícia Rosado Pinto (Universidade Nova de Lisboa). Pró-Reitora, diretora da Escola Doutoral e coordenadora do Gabinete de Desenvolvimento Profissional dos Docentes.

Susana Gonçalves (Instituto Politécnico de Coimbra). Diretora do CINEP – Centro de Inovação e Estudo da Pedagogia no Ensino Superior/ Coordenadora de Cadernos de Pedagogia do CINEP.

Isabel Gonçalves (Universidade de Lisboa). Diretora Técnica do Núcleo de Desenvolvimento Académico (NDA) do Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa.

Rita Cadima (Instituto Politécnico de Leiria). Vice-Presidente do Instituto Politécnico de Leiria. Diretora da Unidade de Ensino a Distância.

 

|| Workshops

Sensibilização para o uso de metodologias de coaching na orientação de dissertações de 2º e 3º Ciclo

Isabel Gonçalves (Instituto Superior Técnico)

Apresentação de uma definição simplificada de Coaching, com ênfase na sua utilidade como paradigma relacional no trabalho da orientação de Dissertações e alguns momentos de treino das competências principais do Coaching: escuta ativa, questionamento, comunicação assertiva, processo de feedback e resolução de conflitos num ambiente de confiança mútua.

 

Gestão de trabalhos de grupo

Sofia Sá (Universidade de Lisboa)

A gestão de trabalhos de grupo representa, amiúde, uma tarefa desafiante para docentes. Sendo os objetivos e os desafios potencialmente claros para os envolvidos, já as decisões subjacentes – o número e seleção dos elementos do grupo, o número e tipo de entregas e como assegurar um processo avaliativo justo – representam, pontualmente, dilemas complexos. Neste workshop vamos abordar boas práticas, iniciando na seleção dos elementos dos grupos e terminando na avaliação final. O objetivo geral é refletir de forma conjunta, participativa e interativa, sobre estratégias inovadoras e facilitadoras que permitirão enfrentar os próximos trabalhos/projetos de grupo mais pacificamente.

 

Adeus Powerpoint, olá Ludus!

Carina Rodrigues e Sandro Costa (Instituto Politécnico de Leiria)

 Numa altura em que se fala cada vez mais de diversidade e inovação pedagógica, torna-se premente criar iniciativas que promovam espaços de sala de aula dinâmicos e interativos, capazes de suscitar a aprendizagem dos estudantes. Neste workshop iremos explorar a ferramenta de aprendizagem Ludus, um software web que permite a criação de apresentações interativas visualmente impressionantes. No decorrer do mesmo, serão demonstradas novas dinâmicas de apresentação em sala de aula, sendo os participantes convidados a experimentar algumas das suas funcionalidades, através de atividades práticas.

 

Tutorias por Pares e Mentorias UMinho: um projeto para promover e potenciar os estudantes do ensino superior

Teresa Freire (Universidade do Minho)

Apresenta-se o projeto “Tutorias por Pares e Mentorias” em curso na Universidade do Minho, dando a conhecer os seus objetivos, estrutura e características de funcionamento, e resultados obtidos ao longo da sua implementação. Discute-se a relevância  e benefícios associados a este tipo de programas sobre tutorias e mentorias no quadro atual do ensino-aprendizagem e da formação de estudantes do ensino superior.  Salienta-se a validação concetual e empírica deste projeto de investigação-ação, permitindo aos participantes do workshop o estudo e análise de casos práticos aplicados a diferentes contextos de ensino superior.

 

Como ensinar turmas grandes

Manuel João Costa (Universidade do Minho)

A workshop explora as oportunidades específicas proporcionadas pelo trabalho com turmas de grande dimensão para a aprendizagem dos alunos. São apresentadas de forma sistemática 4 metodologias interativas adequadas a contextos de aula com mais de 100 alunos e as evidências da sua efetividade sobre a aprendizagem. Recorre-se à visualização de vídeos, à descrição de exemplos de aulas de áreas de disciplinas diversas e à apresentação de exemplos de atividades desenvolvidas no curso de medicina da Universidade do Minho. A expetativa é que os participantes possam contactar e compreender algumas metodologias flexíveis adequadas a aulas com turmas grandes e que considerem explorar as metodologias nas suas aulas.

 

Implementação de processos de aprendizagem baseada em projetos (PBL)

Rui M. Lima e Diana Mesquita (Universidade do Minho)

Com esta oficina pretende-se explorar diversas dimensões relacionadas com a Aprendizagem Baseada em Projetos Interdisciplinares (“Project Based Learning” – PBL). Os fundamentos concetuais serão discutidos de forma breve, servindo de base à realização da oficina. Esta oficina para cerca de 20 participantes, com a duração de duas horas, criará a oportunidade de desenvolver alguns princípios do PBL através de uma abordagem prática e interativa. A oficina terá como objetivo principal despertar os professores para o processo PBL e deixar uma semente que possa vir a crescer nas suas instituições. Por essa razão as atividades foram planeadas de forma indutiva, com trabalho ativo e que terá duas fases: conceitos básicos e planeamento de um processo PBL baseado num tema transversal (grupo dividido em 4 ou 5 equipes). Pretende-se que os participantes desenvolvam competências de planeamento colaborativo de processos de aprendizagem baseados em PBL.